A Deus, o Ano Novo!

A Deus, o Ano Novo!

Olá, Amigos!

É sempre um enorme prazer escrever para vocês!

Estão todos bem? Espero que sim!

Um novo ano se inicia; a esperança se renova.

Está chegando a hora de transformar seu sonho em realidade!

No artigo “Em Cores Bem Vivas!”, o Prof. Sérgio Carvalho nos presenteou com o “quadro dos sonhos”. Esse presente, meus Amigos, é capaz de manter nossos sonhos bem vivos, preservando, assim, nossa motivação.

A seu sonho entregue sua motivação; a Deus, o ano novo!

A frase acima, além de alimentar nossa fé, tem tudo a ver com os assuntos de hoje.


ZEUGMA

É uma figura de linguagem (de sintaxe) na qual há omissão de um termo já citado anteriormente. Trata-se de um caso específico de elipse.

Ex.: Ele estuda mais do que você.

O termo “estuda” foi omitido após “você”.

Ocorrências de zeugma no interior da frase devem ser marcadas por vírgula.

Ex.: Eu prefiro Português; ele, Matemática.

A conjugação do verbo “preferir” referente a “ele” (prefere) foi omitida, sendo marcada por vírgula.


PONTO E VÍRGULA

Basicamente, o ponto e vírgula pode ser utilizado nas seguintes situações:

1- orações coordenadas assindéticas com mudança de sujeito

Ex.: Eu prefiro Português; ele, Matemática.

Caso a conjunção “e” seja empregada, recomenda-se, para evitar uma possível ambiguidade, o uso da vírgula antes da referida conjunção.

Ex.: Eu prefiro Português, e ele, Matemática.

2- orações coordenadas que se opõem quanto ao sentido

Nesse caso, ao substituir a vírgula, o ponto e vírgula prolonga a pausa.

Ex.: É possível passar em concurso; entretanto é necessário estudar.

3- orações coordenadas quando pelo menos uma delas já possui vírgula

Ex.: A seu sonho entregue sua motivação; a Deus, o ano novo!

Vale lembrar que a vírgula foi empregada para indicar a omissão de “entregue” (zeugma).

4- itens de um enunciado enumerativo

Como exemplo, segue um trecho do artigo “Em Cores Bem Vivas!”:

Façamos, pois, um resumo: para conseguir estudar por longos prazos, sem esmorecer, é preciso manter a motivação; para preservar a motivação, é preciso manter o seu sonho bem vivo; para manter o seu sonho bem vivo, é preciso mergulhar nele e alimentar-se dele, todos os dias, mesmo que por alguns instantes!

5- itens de uma enumeração em leis, decretos, etc.

Como exemplo, segue um trecho da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988:

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I - a soberania;

II - a cidadania

III - a dignidade da pessoa humana;

IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

V - o pluralismo político.


JÁ CAIU EM PROVA!


121- FGV/2010 – CODESP/SP – Advogado (Adaptada)

Em “milhões continuarão prisioneiros do assistencialismo, e as empresas, desassistidas”, a primeira vírgula se justifica por separar sujeitos de orações diferentes.

CERTO (  ) ERRADO (  )


122- FGV/2010 – CODESP/SP – Advogado (Adaptada)

Em “milhões continuarão prisioneiros do assistencialismo, e as empresas, desassistidas”, a segunda vírgula é caso de zeugma. 

CERTO (  ) ERRADO (  )


123- FGV/2010 – CODESP/SP – Advogado (Adaptada)

Em “milhões continuarão prisioneiros do assistencialismo, e as empresas, desassistidas”, ao se retirar o “e” do período, no lugar da vírgula imediatamente anterior a ele seria melhor vir um ponto e vírgula.

CERTO (  ) ERRADO (  )


124- FGV/2012 – Senado Federal – Policial Legislativo Federal (Adaptada)

Em “essa dança tem duas partes: a primeira consiste em caminhar rebolando em linha reta; a segunda, numa curva sem rebolado, que faz com que a abelha volte para onde iniciou seu rebolado”, a primeira ocorrência de vírgula se justifica por ser caso de zeugma.

CERTO (  ) ERRADO (  )


125- COMPERVE/2016 – UFERSA – Assistente em Administração (Adaptada)

Em “se, por um lado, essa medida estimularia o transporte coletivo ao invés do individual; por outro, as críticas colocam que apenas a população de menor renda média é que seria direcionada para esse sentido”, o uso do ponto e vírgula serve para separar orações coordenadas que se opõem quanto ao sentido.

CERTO (  ) ERRADO (  )


COMENTÁRIOS


121- O item está CERTO.

Nas orações coordenadas assindéticas com mudança de sujeito, pode-se empregar a vírgula seguida da conjunção “e”.


122- O item está CERTO.

Como há omissão do termo “continuarão”, a segunda vírgula é caso de zeugma.


123- O item está CERTO.

Nas orações coordenadas assindéticas com mudança de sujeito, pode-se empregar, além da vírgula seguida da conjunção “e”, o ponto e vírgula.


124- O item está CERTO.

Como há omissão do termo “consiste”, a primeira ocorrência de vírgula é caso de zeugma.


125- O item está CERTO.

De fato, o ponto e vírgula foi empregado para separar orações coordenadas que se opõem quanto ao sentido.


Desejo a todos vocês um ano repleto de realizações!


Por hoje é só, meus Amigos!

Bons estudos!

Até breve!

Abraços!

Elias Junior

jlmeliasjunior@gmail.com

facebook.com/jlmeliasjunior