À Espera de um Milagre!

À Espera de um Milagre!

Olá, Amigos!

É sempre uma imensa alegria estar aqui!

Estão todos bem? Espero que sim!

Hoje trago notícias bastante animadoras!

Imaginemos esta situação:

O concurso para o qual estamos estudando oferece 100 vagas. Duas semanas antes da prova, a banca publica a estatística:

- Candidatos inscritos: 10.000

- Relação candidato/vaga: 100

Vocês sabem o que acontece, em média, no dia da prova?

1) 25% dos candidatos inscritos preferem curtir o dia!

2) 90% dos candidatos que decidiram continuar no certame ficam à espera de um milagre!

3) Somente os outros 10% estão preparados e brigarão por uma vaga!

Para elucidar, vamos utilizar os valores do nosso exemplo:

1) 2.500 candidatos ficaram assustados com tamanha concorrência!

2) 6.750 candidatos acreditam que passar em um concurso público é tão “fácil” quanto ganhar na loteria! E eles têm razão!

3) 750 candidatos sentem que a sua hora chegou!

Meus Amigos, sabem qual é, em média, a real concorrência em um concurso público?

7,5% da publicada pela organizadora!

No nosso exemplo, dos 10.000 candidatos inscritos, apenas 750 estão preparados!

Acreditem!

A relação candidato/vaga despencou de 100 para 7,5!

Isso é bastante animador, não é verdade?

Meus Amigos, não se deixem abater pela quantidade de candidatos inscritos.

Muitas vezes, as vagas não são totalmente preenchidas por falta de candidatos preparados.

Você, aluno do Olá Amigos, faz parte dos 7,5%!

A sua hora chegou!

Estar dentro das vagas é apenas uma questão de tempo!


CRASE EM LOCUÇÕES

Utiliza-se o acento indicativo de CRASE nas locuções adverbiais, conjuntivas e prepositivas formadas por palavra feminina e, logicamente, iniciadas por “a”.

Exs.:

Vire À ESQUERDA / À DIREITA! (Locução adverbial)

A confiança aumenta À MEDIDA QUE / À PROPORÇÃO QUE se consolida o conhecimento. (Locução conjuntiva)

Muitos candidatos ficam À ESPERA DE / À PROCURA DE um milagre. (Locução prepositiva)


JÁ CAIU EM PROVA!


1- CESGRANRIO/2011 – Petrobras – Auditor (Adaptada)

No par “o auditório IV fica, no segundo andar, a esquerda / o bom funcionário vive a espera de uma promoção”, o a destacado deve apresentar acento grave indicativo da crase.

CERTO (  ) ERRADO (  )


2- CESGRANRIO/2016 – UNIRIO – Pedagogo (Adaptada)

Em “à medida que o rapaz engraxava, o escritor sentia mais vergonha”, o sinal indicativo de crase está empregado conforme a norma-padrão.

CERTO (  ) ERRADO (  )


3- MPE-GO/2015 – MPE/GO – Secretário (Adaptada)

Em “os especialistas estão à procura de soluções para o tratamento do lixo”, está correto o uso do acento indicativo da crase. 

CERTO (  ) ERRADO (  )


4- Acesso Público/2015 – CPII – Engenheiro (Adaptada)

Em “lombada à frente”, está correto o uso do acento indicativo da crase. 

CERTO (  ) ERRADO (  )


5- FGV/2016 – MPE/RJ – Analista Ministerial (Adaptada)

Em “à medida que as cidades crescem” e “às vezes não contam com saneamento básico”, os casos de crase correspondem à união de preposição + artigo definido.

CERTO (  ) ERRADO (  )


COMENTÁRIOS


1- O item está CERTO.

O primeiro “a” inicia uma locução adverbial; o segundo, uma locução prepositiva.


2- O item está CERTO.

Trata-se de uma locução conjuntiva.


3- O item está CERTO.

Trata-se de uma locução prepositiva.


4- O item está CERTO.

Trata-se de uma locução adverbial.


5- O item está ERRADO.

O primeiro “a” inicia uma locução conjuntiva; o segundo, uma locução adverbial.

Os casos de crase em locuções não correspondem à união de preposição + artigo definido. Tais casos, conforme estudamos, obedecem a uma regra fechada.


Por hoje é só, meus Amigos!

Bons estudos!

Até breve!

Abraços!

Elias Junior

jlmeliasjunior@gmail.com

facebook.com/jlmeliasjunior