Ainda Sobre Crenças...

Ainda Sobre Crenças...

Olá, Amigos!

Tudo bem com vocês?

Antes de mais nada, desejo-lhes um domingo muito feliz e abençoado!

Conversava um dia desses com uma aluna minha do Personal, e ela disse mais ou menos assim:

"É, professor... estou conseguindo manter minha meta de nove horas diárias de estudo. Às vezes, até mais que isso. Mas eu sei que não tenho muita chance, porque tem muita gente bem mais preparada do que eu! Além disso, tem a prova de Língua Portuguesa. E eu nunca me dou bem no Português..."

Em poucas palavras que ela proferiu, já pude ver a expressão de uma atitude mental negativa, construída e alimentada por crenças limitantes. E eu a alertei para a necessidade de uma mudança urgente de padrão de pensamentos!

Ora, se ela é uma moça inteligente e capacitada - e ela o é! - e se está há meses cumprindo uma jornada de estudos absolutamente invejável, por que haveria de supor que existe um milhão de pessoas mais dignas de conquistar uma vaga do que ela? 

Um pensamento assim não provém da realidade, mas de um mecanismo interno de autodepreciação. É uma mentira! Porém, até mesmo uma grande mentira acaba tornando-se verdade, de tanto ser repetida. Pior que isso: uma mentira torna-se verdade quando alguém decide acreditar nela! 

E quanto à suposta dificuldade em Português? Eu respondo assim: tudo é difícil, até que fique fácil. Traduzindo: não há nada neste mundo, por mais aparentemente complexo e desafiante que possa parecer, que não possa ser aprendido e dominado com uma boa dose de esforço e determinação! 

Isso vale para Língua Portuguesa, para Estatística, para Contabilidade... vale para tudo nesta vida! 

Mas quando alguém assume como verdade que "nunca se dá bem" nisso ou naquilo, esta pessoa já está decretando que não é capaz de evoluir, mesmo que a passos mais lentos, naquele conhecimento! Outra mentira que passa a ser acreditada!

E assim o mundo gira, de sorte que o sol nasce para todos, com oportunidades que se apresentam para muitas pessoas ao mesmo tempo! Se assim é, por que não começar a usar a nossa mente a nosso favor, e não mais em nosso prejuízo?

Basta ficar atento! Sempre que algum pensamento negativo ou limitante bater à nossa porta, iremos questioná-lo racionalmente, rechaçá-lo, expulsá-lo, derrotá-lo com um outro pensamento vencedor!

"Vou me dar mal em Português novamente, como sempre..." 

"Mas... quem foi que disse essa bobagem? Quem disse que não posso mudar isso? Quem foi o idiota que decretou que não posso fazer uma ótima prova desta vez, já que estou me dedicando e me preparando bem melhor? A partir de agora, construirei uma nova história! Eu posso! Eu sou capaz! E Deus está do meu lado!"

Viram como é simples? 

"Mas, professor, se eu fizer desse jeito, e encher meu coração de esperanças, e no fim não der certo novamente?"

Este é o nosso maior desafio: não ter medo de fracassar! A bem da verdade, quando se trata de concursos, não existem fracassos. O que existe é apenas um caminho de crescimento. Reprovações são sinônimo de aprendizado. Quanto mais aprendemos, mais crescemos e nos aproximamos do grande dia!

"Que grande dia, professor?"

Aquele em que seu nome estará impresso no Diário Oficial, na lista dos aprovados!

Costumo dizer aos meus alunos assim: "Tem um dia em que a vaga é sua, e ninguém toma. E por mais que você se esforce para não passar, não adianta: a vaga já é sua!"

Foi assim comigo. Foi assim com uma multidão de alunos e orientandos meus! E será assim para vocês também! 

Façam a sua parte, estudando e acreditando, combatendo as falsas crenças e alimentando seus bons pensamentos. E os resultados vão aparecer, certamente!

Se quiserem ler outro artigo meu no qual tratei também sobre crenças limitantes, cliquem aqui.

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos!

E fiquem com Deus!

Sérgio

olaamigos@gmail.com