Em Cores Bem Vivas!

Em Cores Bem Vivas!

Olá, Amigos!

Tudo bem com vocês?

É sempre uma alegria escrever-lhes!

Hoje, venho lhes trazer um presente de fim de ano: vou lhes contar um segredo que os ajudará, em 2017, a manter-se motivados nos estudos, mesmo quando as circunstâncias do dia a dia parecerem desfavoráveis e desanimadoras.

"Existe um segredo, professor?"

Sim, meus amigos, existe! O segredo para não esmorecer ao longo da caminhada dos estudos é manter o seu sonho de aprovação sempre presente, com todas as decorrências futuras que ele lhes proporcionará, em cores bem vivas na sua mente!

"Como assim, professor?"

Que vocês querem ser aprovados, isso não é segredo nenhum. Mas a verdadeira questão é a seguinte: por quais razões vocês querem ser aprovados? Quais são os propósitos de vida - pessoais - que vocês almejam realizar, uma vez que tenham conquistado a aprovação?

Estou certo de que os objetivos de vocês são os mais variados possíveis. Tem gente que quer casar. Tem gente que quer viajar e conhecer outros países. Tem gente que quer comprar uma casa. Tem gente que quer muito poder ajudar a família. Tem gente que quer tudo isso junto! Os sonhos são inúmeros e cada um é que sabe qual é o seu próprio! É verdade ou não?

"Sim, é verdade. E daí?"

Daí que se vocês não tiverem esses objetivos todos bem vivos e coloridos na mente de vocês, o "músculo" da motivação vai atrofiando com o tempo. Vai enfraquecendo, até que todo aquele esforço cotidiano fica parecendo sem sentido. 

Agora que eu já disse "o quê", vou ensinar o "como". De que maneira vocês devem agir para que os seus sonhos estejam sempre nítidos, em cores bem vivas, gerando energia, força, coragem, determinação, superação e autoconfiança?

"Diga logo, professor, pelo amor de Deus!"

Calma! Vocês todos já ouviram falar sobre "quadro dos sonhos", ou "quadro dos desejos", sim? Nada mais que uma folha de cartolina, na qual a pessoa cola imagens, figuras ou desenhos de tudo aquilo que ela almeja conquistar. Muitos concurseiros já criaram seus próprios quadros dos sonhos, buscando, com isso, manter-se motivados nos estudos.

"Quer dizer que basta colar os meus sonhos numa cartolina e pregar na parede, professor?"

Não, meus amigos! Apenas isto não é suficiente. A propósito, tem muita gente que fixa o quadro dos sonhos na parede do quarto, e praticamente nem lembra mais que ele existe. Passou a fazer parte da paisagem, como se fosse uma pintura ou outro objeto qualquer.

Para a sua motivação não fraquejar, o segredo é usar aquelas imagens dos seus sonhos não apenas como quem vê uma foto, mas sim como quem assiste a um filme! 

Vou exemplificar com uma história verídica, para que vocês entendam perfeitamente o que estou querendo dizer, OK? 

Um grande amigo meu, cujo nome vou preservar aqui, sonhava em se tornar aviador. Ele queria muito passar no concurso, para ter condições de tirar o brevê e um dia poder comprar um ultraleve. Esse sujeito estudava para se tornar fiscal da Receita, e na parede do quarto dele havia um quadro imenso, com a imagem de um ultraleve em pleno voo, no céu azul. 

Era esta a primeira imagem que ele visualizava todas as manhãs, assim que acordava. Ainda deitado, o meu amigo mirava naquele quadro e, por alguns instantes, sonhava acordado! Ele conseguia se enxergar dentro daquele cenário, como se fosse parte dele. Era ele o piloto, e sentia o vento no rosto e toda a emoção de estar voando. Lá do alto, ele via o sol se pondo no horizonte. 

Religiosamente, o "Comandante" (é assim que o chamo até hoje) usava aqueles primeiros instantes do dia para "se abastecer" do seu sonho. Isso tudo durava não mais que apenas alguns momentos, mas já era o bastante para lhe dar "autonomia de voo" pelas próximas 24 horas. Ele estava pronto para enfrentar qualquer obstáculo, e dar um passo a mais em direção à sua conquista.

Percebam, meus amigos, que o Comandante não apenas "olhava" para a imagem do ultraleve. Bem mais que isso: ele mergulhava nela! As cores do seu sonho não eram opacas e indefinidas. Pelo contrário: eram cores vivas, e que se tornavam mais vivas a cada dia, pois um só não se passava, sem que ele as retocasse, com os pincéis mágicos da sua imaginação. 

Quer saber o resultado disso tudo? Ele passou no concurso. É meu colega na Receita. Aprendeu a voar, tirou o brevê e comprou um ultraleve. É um dos caras mais felizes que eu conheço. Sobretudo quando está voando.

Façamos, pois, um resumo: para conseguir estudar por longos prazos, sem esmorecer, é preciso manter a motivação; para preservar a motivação, é preciso manter o seu sonho bem vivo; para manter o seu sonho bem vivo, é preciso mergulhar nele e alimentar-se dele, todos os dias, mesmo que por alguns instantes! E repito: não apenas como quem vê uma foto, mas como quem assiste a um filme, vivendo-o na sua imaginação!

Vocês não calculam, meus amigos, o poder de superação que um sonho bem cultivado, em cores bem vivas, é capaz de criar na nossa vida! 

O que eu lhes peço agora é que parem um pouco, e façam uma breve reflexão. Quando foi a última vez que vocês se permitiram este exercício de mergulhar nos seus sonhos, e abastecer-se deles?

"Ih, professor... já faz um bom tempo!"

Isso explica, em grande parte, a sensação de desânimo que muitos de vocês podem estar vivendo hoje.

Que tal mudar isso? Está na mão de cada um!

A minha sugestão, para quem ainda não fez o seu "quadro dos sonhos", é que não deixe passar de amanhã a compra da cartolina. E quando ele estiver pronto, usem-no diariamente - e com sabedoria - usufruindo de todo o entusiasmo que aquelas imagens vivas irão lhes proporcionar! 

É o que mais desejo a todos vocês neste ano novo!

Era este o meu presente! Espero que gostem!

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos!

E fiquem com Deus!

Sérgio

olaamigos@gmail.com