Quinze Anos Passados!

Quinze Anos Passados!

Olá, Amigos!

Tudo bem com vocês?

No dia de hoje, completam-se exatamente 15 anos do início da minha carreira de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil.

Foi lá, em primeiro de julho de 2002, que entrei no exercício do cargo, na Delegacia da Receita Federal do Juazeiro do Norte, no sul do Ceará.

Que dia marcante foi aquele em minha vida. Lembro-me com detalhes de tudo o que aconteceu nele. A minha chegada à Repartição, logo de manhã bem cedo. A recepção que tive dos colegas. A mesa de trabalho que estava lá, me aguardando. Tudo. 

Tive a felicidade de, naquele início, estar cercado de pessoas de bem! Além de inexperiente, eu tinha apenas 29 anos, e era o mais jovem de todos os fiscais daquela Delegacia.

Aquela ocasião foi um marco em minha vida: a realização de um sonho que nascera sete anos antes no meu coração, e que então se tornava concreto!

Lembro-me claramente que, ao final daquele primeiro expediente, embora não o expressasse externamente, meu coração estava tomado de emoções fortes e verdadeiras, sobretudo de gratidão.

Agradeci a Deus por ter me concedido a coragem de lutar por aquele sonho, sem desistir, por sete anos consecutivos. Agradeci-Lhe por me sustentar nos momentos mais difíceis. Por me levar nos braços, quando julguei não ter mais forças para continuar. 

Naquele dia, há 15 anos, vivi literalmente a realização de uma máxima na qual sempre acreditei e que sempre me acompanhou: a de que todo verdadeiro esforço sempre será, ao final, recompensado!

Desde então, tenho sido feliz no meu trabalho. Procuro desempenhar diariamente o meu ofício com a maior seriedade, honestidade e compromisso. (Exatamente como se espera de um verdadeiro servidor público!)

Durante alguns anos, já um pouco mais experiente, aceitei chefiar uma seção importante aqui na DRF/Fortaleza, estando à frente de sessenta colegas e milhares de processos. 

E tudo correu maravilhosamente!

Ao longo desses anos todos, nunca deixei de ser cumprimentado por um número incalculável de colegas, sejam auditores ou analistas, que me reconhecem, sorriem, apertam a minha mão, abraçam-me, e revelam que foram meus alunos, que aprenderam comigo, que foram aprovados (em grande parte) graças às minhas aulas. 

Quando eventualmente participo de algum seminário ou congresso na Receita, algum encontro que reúne colegas de todo o País, é sempre do mesmo jeito... Logo na primeira manhã, sinto o pessoal olhando assim de lado, com cara de surpresa, desconfiando de que seja eu que estou ali... Aí depois, no primeiro intervalo, muitos vêm falar comigo, cumprimentar-me, dar abraços, tirar fotos... É uma festa!

Em momentos assim, meus amigos, vejo que tudo valeu a pena! 

Um último dado que quero partilhar com vocês: nestes 15 anos no cargo de AFRFB, já tive nada menos que 4 chefes meus que foram meus alunos! 

Assim, há sempre uma possibilidade de que algum de vocês venha a se tornar também meu chefe no futuro! Quem sabe, não é?

Resolvi escrever este artigo por duas razões: a primeira, para agradecer a Deus por estes 15 anos passados; e a segunda, queridos amigos, para incentivá-los a seguir em frente, a lutar com coragem, a não abandonar o sonho profissional que existe em seu coração. 

Sei que não é fácil. Nunca é. 

Mas vale a pena o esforço! 

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos!

E fiquem com Deus!

Sérgio

olaamigos@gmail.com