Somente Para Desanimados, Desmotivados e Esmorecidos!

Somente Para Desanimados, Desmotivados e Esmorecidos!

Olá, Amigos!

Que alegria imensa escrever-lhes!

Espero que estejam todos bem!

Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar... Porém, coincidência das coincidências, somente neste dia de hoje recebi mensagens de três alunos nossos, todos com a mesma queixa e o mesmo pedido de ajuda!

Diziam-se totalmente desanimados, desmotivados e esmorecidos! 

O "J", um desses meus alunos, me autorizou a reproduzir a conversa que tivemos pelo zap. Obviamente que preservarei seu nome, Ok? Tratarei meu amigo apenas por "J" mesmo! 

Creio (e espero) que esta conversa venha a ajudar a todos os que se encontram em situação semelhante! 

Vamos lá?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

J: "Boa tarde, professor! Estou com um grande problema em relação à disciplina. Já faz três meses e eu ainda não consegui pegar o ritmo. Tenho enfrentando diversos problemas pessoais, mas o maior problema sou eu. Eu estou dando o maior trabalho do mundo para estudar. Eu nunca pensei! Tenho o dia inteiro para estudar e não estou conseguindo. Estou super frustrado porque já tentei de tudo. Já fiz dezenas de quadros de horários. Já mudei de método. Não sei mais o que fazer."

Eu: "Primeiro passo. Respire fundo. Sete vezes. Até relaxar. Tô falando sério. Pode fazer isso agora?"

J: "Sim". 

Eu: "Eu espero aqui. Me avisa quando terminar."

J: "Terminei."

Eu: "Ótimo. Agora eu vou te fazer umas perguntas bem simples, Ok? Pensa antes de responder."

J: "Ok."

Eu: "Por que você resolveu estudar para concursos?"

J: "Porque eu quero ter meu futuro profissional na carreira pública. Quero ajudar minha família. E me estruturar financeiramente."

Eu: "Foi uma decisão sua, ou foi alguém que lhe impôs?"

J: "Decisão minha."

Eu: "Neste exato momento, de zero a dez, você me daria que nota para a sua vontade de ser aprovado?"

J: "10, sem dúvida."

Eu: "Ótimo! Mais uma: Você tem consciência de que a sua aprovação será fruto de um esforço que você terá que fazer? Um esforço seu?"

J: "Sim."

Eu: "O que eu quero que você saiba, J, que você tenha plena certeza, é que concurso não é questão de sorte! Não é questão de loteria! Você entene isso?"

J: "Entendo. Meu problema é a indisciplina. Falta de concentração."

Eu: "Calma. Segura um pouquinho aí. Acompanha o meu raciocínio. Eu quero, J, que você tenha certeza de que o caminho para a sua vitória é algo que está na sua mão! Você não depende de fatores externos. Não é por causa das cobranças da sua família, ou de quem quer que seja, que você vai estudar. Você vai estudar porque você quer, e porque você sabe que pode fazer um esforço para vencer! Querer + poder. Você quer e você pode! O que você está fazendo esses meses todos é uma coisa só: você está se sabotando! Está agindo contra seu sonho. Vamos mudar isso!

J: "Vamos sim."

Eu: "O principal motivador que alguém pode ter é saber que tem poder para agir e para mudar a sua história. Eu era um garoto pobre, que andava com as moedinhas do ônibus contadas no bolso. Eu quis mudar isso. Para mim, o caminho era fazer o meu esforço para passar no concurso. Eu não tinha plano B, acredite. Mas Deus colocou no meu coração essa certeza de que se eu plantasse um grande esforço, eu colheria grandes conquistas. É a lei da colheita! A gente só colhe aquilo que planta. Você quer colher a sua aprovação, não quer?"

J: "Sim."

Eu: "Então meu amigo, vamos começar a regar essa árvore! Que tal?"

J: "Sim, sim."

Eu: "Vamos virar esse jogo! A regra agora será você estudar direitinho. A exceção será você deixar de estudar por algum motivo realmente muito relevante."

J: "Certo."

Eu: "Você não vai precisar nunca mais que alguém te mande estudar! Você agora quer aprender o máximo possível. E você tem poder de escolha! Coloque esse poder de escolha para funcionar! Diga assim: hoje eu escolho que vou aprender! Não diga 'eu tenho que estudar'. Entende?"

J: "Certo."

Eu: "Diga EU ESCOLHO APRENDER no dia de hoje! É preciso que você repita essa frase, mesmo que em silêncio, na sua mente. Eu ESCOLHO fazer a minha parte! Eu ESCOLHO fazer o meu esforço! Eu ESCOLHO passar no concurso! É uma escolha sua! Você não é um fantoche, J. Você é um ser humano, dotado de uma centelha divina, que é o livre arbítrio!"

J: "Eu sei disso."

Eu: "Não está escrito em lugar nenhum que você não é um vencedor! E se estivesse, nós apagaríamos essa escrita e mudaríamos para o contrário! É você quem escolhe o que vai ser! E como vai ser! Entende isso?"

J: "Perfeitamente."

Eu: "Vamos criar uma frase pequena para você guardar: EU ESCOLHO VENCER! Essa é minha sugestão de frase. Pode ser outra se você preferir. Contanto que comece por EU ESCOLHO. Daqui pra frente, você pode repetir essa frase várias vezes ao longo do dia. No seu coração. Na sua mente. Se preferir, em voz alta. Você verá que não será possível casar esta frase com uma atitude sabotadora. A não ser que você mude a frase para EU ESCOLHO ME SABOTAR. E eu sei que você não vai fazer isso. E aí, o que me diz?"

J: "Vou recomeçar. Vou encarar de vez. Porque eu sei que isso só depende de mim."

Eu: "Muda essa frase! Diga assim: EU ESCOLHO RECOMEÇAR! EU ESCOLHO ENCARAR DE VEZ!"

J: "Sim, professor! Eu vou encarar mesmo! Essa é a minha escolha! Obrigado pelas palavras!"

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

E foi assim!

Se vocês estão enfrentando situação semelhante, e seguem buscando motivação para "encarar de vez" o seu compromisso com a aprovação, façam uso dessas dicas que eu passei no diálogo acima!

Estou certo de que poderão ajudá-los verdadeiramente!

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos! 

E fiquem com Deus!

Sérgio

olaamigos@gmail.com

Clique aqui e conheça os meus Projetos de Coaching para concursos públicos!