Autorizado o concurso do ICMS/BA

Autorizado o concurso do ICMS/BA

O governador do Estado da Bahia, Rui Costa, assinou nesta quarta-feira, dia 6, a autorização para realização de concurso público para o cargo de auditor fiscal da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz).

>> COACHING PARA CONCURSOS COM O PROF. SÉRGIO CARVALHO! ORGANIZE OS SEUS ESTUDOS: planejamento, técnicas de estudo, indicação de materiais, aspectos motivacionais e vários outros fatores! Clique aqui e conheça os Projetos de Coaching do Prof. Sérgio: acompanhamento individual e totalmente personalizado! Prepare-se com quem entende do assunto!

Serão 60 vagas para nível superior com salário base de R$ R$ 8.456,19. Com os benefícios previstos em lei, o salário pode chegar a R$ 13 mil ainda no início da carreira. A previsão é que o edital seja publicado no primeiro trimestre de 2018.

Para concorrer às 60 vagas será necessário que o candidato tenha nível superior nas seguintes áreas: Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou Processamento de Dados.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS! Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação e técnicas de estudo) e Coaching Em Videoaulas! Clique e aqui e adquira os Pacotes dentro da PROMOÇÃO DOBRADINHA DE NATAL!

O secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, afirma que as novas contratações contribuirão para fortalecer a equipe da Secretaria. Vitório destaca o papel desempenhado pela equipe para garantir as boas performances da arrecadação e do controle de gastos, o que tem assegurado o equilíbrio das contas estaduais, com o pagamento em dia dos salários dos servidores e dos compromissos com fornecedores, além da manutenção de uma pauta de investimentos necessários ao desenvolvimento econômico e social do Estado. “Desde o início da atual fase de retração da economia, o trabalho de toda a equipe da Sefaz tem sido essencial para conseguirmos manter as finanças da Bahia em equilíbrio fiscal”, ressalta.