Correios reconhecem carência de 20 mil trabalhadores

Correios reconhecem carência de 20 mil trabalhadores

Um déficit de 20 mil trabalhadores apenas na área operacional. Essa é a carência reconhecida pela própria empresa e que reforça a urgência da abertura de um novo concurso para os Correios, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). Segundo o secretário-geral da federação, José Rivaldo, a defasagem foi admitida pela empresa durante a negociação do acordo coletivo de trabalho do ano passado. "Só que eles queriam suprir esse déficit com concurso para temporários e nós não aceitamos. Queremos concurso para efetivos", disse o sindicalista. Para a federação, a defasagem é de 30 mil trabalhadores.

Em resposta à afirmação do sindicalista, a empresa informou que "diante da reestruturação organizacional e da reorganização do processo produtivo, os Correios estão reavaliando todos os estudos relacionados ao quantitativo da força de trabalho em cada localidade. Somente após a conclusão desses estudos será possível dimensionar a real necessidade de efetivo para realização de um novo concurso público." A empresa não informou uma previsão para a conclusão dos estudos.

No dia 7 deste mês, a Findect protocolou nos Correios uma pauta de reivindicações, incluindo uma cláusula exigindo a garantia de abertura de concurso público, com vagas suficientes para suprir as necessidades de reposição de pessoal, em até seis meses após a assinatura do acordo. Caso o acordo seja assinado com a manutenção do termo, a nova seleção deverá ser realizada até o início do mês que vem.

Segundo os Correios, a empresa está reavaliando todos os estudos relacionados ao quantitativo de vagas a serem preenchidas, bem como a necessidade de força de trabalho em cada localidade, e nesse período, não serão contratados novos empregados. A empresa chegou a anunciar um concurso no ano passado, para cerca de 2 mil vagas e formação de cadastro de reserva, mas a abertura da seleção foi suspensa após determinação do Ministério do Planejamento que redefiniu o limite máximo do quadro de pessoal da estatal.

Conheça os nossos pacotes de cursos básicos e prepare-se com antecedência para o concurso dos seus sonhos!