PC/DF recebe autorização para 300 vagas

PC/DF recebe autorização para 300 vagas

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) foi autorizada a realizar um novo concurso público com 300 vagas para o cargo de escrivão. A informação foi publicada pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal (Seplag/DF) no Diário Oficial desta quarta, dia 01/08. O cargo exige nível superior em qualquer área de atuação e o salário inicial é de R$ 8.698,78.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação e técnicas de estudo) e Coaching Em Videoaulas! Clique aqui e conheça!  

Com a autorização, a PCDF deverá definir agora a comissão organizadora, a banca responsável e só então publicar o edital de abertura. Ainda não há previsões de datas.

Outras 1.800 vagas para agente de polícia foram solicitadas pelo órgão e encaminhadas à Seplag em fevereiro. Mas, em abril o TCDF impossibilitou a corporação de abrir um novo concurso para o cargo, já que existem 217 excedentes que poderiam ser prejudicados com a abertura de um novo edital. Porém, nesta terça-feira (31/7), uma decisão do tribunal determinou que os candidatos já aprovados sejam convocados para um novo curso de formação e liberou a PCDF para realizar um novo concurso para agentes. Saiba mais aqui.

Últimas provas

Em 2013 a PCDF realizou o último concurso para escrivão e ofertou 98 vagas imediatas e 196 para cadastro reserva, com salários de R$ 7.890,05. No mesmo ano, também houve o concurso com 300 para agentes e formação de cadastro reserva com 600 vagas. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) foi a banca organizadora. 

>> Tem dificuldade em Raciocínio Lógico e Matemática? Então conheça o Pacote Sérgio Carvalho: Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e Matemática Financeira com teoria completa partindo do zero! Clique aqui e conheça!

Nos dois certames, foram nomeados todos os aprovados a exceção dos candidatos aprovados em condição sub judice sem determinação judicial para nomeação.

Os candidatos foram avaliados em provas objetivas e discursivas, com questões de língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito constitucional, administrativo, penal, processual penal, legislação específica e penal extravagante. Além disso, houve teste de capacidade física, avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação profissional.

Há 3 anos anos foi publicado edital com 417 vagas para delegado, papiloscopista e perito médico-legista. Nessa seleção a Fundação Universa foi a banca organizadora. 

No mesmo ano foram abertas mais 100 vagas para perito criminal de terceira classe. A função tem remuneração de R$ 16.830,85, para 40 horas de trabalho semanal. O concurso foi realizado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades).