Projeto cria 3.000 vagas para novo concurso da AGU

Projeto cria 3.000 vagas para novo concurso da AGU

Tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 6788/2017, do Poder Executivo, que busca reestruturar o quadro de pessoal da Advocacia Geral da União (AGU) com a criação de 3.000 vagas, sendo 2.000 para o cargo de analista técnico de apoio à atividade jurídica e 1.000 para a carreira de técnico de apoio à atividade jurídica.

Para concorrer ao cargo de técnico será necessário possuir apenas ensino médio e para analista, curso de nível superior, que poderá ser em qualquer área ou em áreas específicas, dependendo da área de atuação para qual o respectivo concurso for realizado.

Clique aqui para conhecer os nossos pacotes de cursos básicos e prepare-se com antecedência para o concurso dos seus sonhos! Português, Matemática, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo e mais 15 cursos!

A remuneração básica somada à gratificação dos técnicos poderá chegar inicialmente a R$ 4.220. No caso dos analistas, inicial de R$ 6.130 (já computada a gratificação). Além desses valores, os servidores receberão, ainda, gratificação de desempenho.

A proposta foi apresentada no último dia 3 de janeiro e aguarda despacho do presidente da Câmara, o que poderá ocorrer a partir de fevereiro, quando encerrado o recesso parlamentar.

Clique aqui e conheça os Projetos de Coaching Para Concursos do Prof. Sérgio Carvalho! Acompanhamento individual e totalmente personalizado! Prepare-se com quem entende do assunto!

Ponto importante é que os atuais servidores administrativos do Ministério da Fazenda lotados na Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) desde 31 de agosto de 2015 poderão optar pela redistribuição para os quadros da AGU.