TCE RS abre concurso para auditor

TCE RS abre concurso para auditor

Foi publicado nesta terça-feira, dia 29, o edital de abertura das inscrições do concurso do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS). A seleção visa o preenchimento de 18 vagas, além de formação de cadastro reserva, para o cargo de auditor público externo, nível III, classe A. Do total de ofertas, três são reservadas a pessoas com deficiência e três para os negros.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação e técnicas de estudo) e Coaching Em Videoaulas! Clique aqui e conheça!

Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em áreas específicas. As oportunidades estão distribuídas entre as categorias de bacharel em administração pública ou de empresas (6 vagas), ciências econômicas (6) e ciências jurídicas e sociais - direito (6).

A remuneração inicial do auditor público externo é de R$ 16.396,06, sendo que as parcelas que a compõem são: R$ 8.198,03 de vencimento básico e R$ 8.198,03 de gratificação de apoio ao controle externo. Os candidatos nomeados ficarão sujeitos ao regime de trabalho de 40 horas semanais.

O processo de seleção será organizado e executado pela Fundação Carlos Chagas. As inscrições serão recebidas entre as 10h do dia 4 de junho as 14h de 6 de julho. A ficha cadastral estará disponível na página eletrônica www.concursosfcc.com.br. O valor da taxa de participação do concurso do TCE-RS é de R$ 187,77 e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

Prepare-se para o TCE-RS com o Curso de Matemática Financeira e Estatística FCC do Prof. Sérgio Carvalho! Videoaulas e material escrito com foco total na banca! Clique aqui e conheça!

Provas

Todos os inscritos no concurso do TCE-RS serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. Elas serão aplicadas na cidade de Porto Alegre/RS no dia 26 de agosto. A confirmação da data e as informações sobre horários e locais serão divulgadas, oportunamente, por meio de Edital de Convocação, a ser divulgado no site da Fundação Carlos Chagas.

A prova objetiva será composta por 130 questões de múltipla escolha, sendo 50 de conhecimentos básicos (língua portuguesa, raciocínio lógico e analítico, controle na administração pública, auditoria governamental, administração financeira e orçamentária e noções de análise de informações) e 80 de conhecimentos específicos.

Já a prova discursiva constará de duas questões dissertativas e/ou resolução de problemas e/ou caso prático, versando sobre os conteúdos programáticos. Ela será avaliada em conformidade com os seguintes critérios: o domínio técnico do conteúdo aplicado, considerando as especificidades das questões propostas, a correção gramatical e a adequação vocabular, tendo em vista os mecanismos básicos de constituição do vernáculo e os procedimentos de coesão e argumentação.