Como aprender Estatística do Zero

Como aprender Estatística do Zero

Olá, Amigos! Tudo bem?

Aqui é o Prof. Sérgio Carvalho, e é sempre uma grande alegria escrever-lhes!

Passamos por um ano de muitos desafios neste 2020, é bem verdade. Mas agora chegou a hora de virarmos a página, e olharmos para frente. E o que vemos? Um 2021 promissor em boas oportunidades de ingresso no serviço público, com uma oferta generosa de vagas para inúmeros cargos.

Se você estuda para concursos da área fiscal, ou para a área de controle, ou se pretende ingressar nos quadros da Polícia Federal, ou estuda para qualquer concurso que exija conhecimentos de Estatística, então esse meu artigo é do seu total interesse.

Muita vezes ouço perguntas assim:

“Professor, será que eu preciso mesmo aprender Estatística? Não posso apenas chutar essas questões na prova? Será que vale a pena fazer esse estudo?”

Quem pergunta isso ainda não compreendeu como se dá a aprovação em concursos. Mas eu vou explicar em rápidas linhas: com as altas concorrências e poucas vagas, colocar o nome na lista dos aprovados significa ganhar, na prova, pontos diferenciados. Ou seja, pontos que a maioria dos concorrentes não vai conseguir conquistar.

Daí, abrir mão de aprender uma matéria como Estatística é o mesmo que abrir mão de se diferenciar dos outros candidatos. É ficar na mesmice. E isso, infelizmente, não se transforma em aprovação, sobretudo em concursos mais “pesados”, como os da área fiscal, da área de controle e da Polícia Federal. 

Se você quiser assumir uma mentalidade de aprovação, então conte comigo e acompanhe com atenção as orientações seguintes.

De início, convém saber que a Estatística se divide em Descritiva e Inferencial, e que a primeira parte a ser aprendida por quem está começando é a Estatística Descritiva, necessariamente.

“E como é que eu aprendo essa primeira parte, professor?”

>> Você fará comigo o “Curso Regular de Estatística Descritiva”. Vamos falar sobre ele.

Nesse primeiro estudo, eu vou lhe apresentar conceitos iniciais importantes, como “população” e “amostra”, “censo” e “amostragem”, “variáveis estatísticas quantitativas e qualitativas”, “variáveis discretas e contínuas”, entre outros vários. 

E você saberá que a Estatística lida com dados de pesquisa, os quais serão coletados e organizados de diferentes maneiras, desde um “rol”, ou de um gráfico estatístico, até uma tabela mais completa, chamada “distribuição de frequências”. 

Uma vez conhecendo as formas usuais de apresentação de um conjunto de dados, entramos de fato na “descrição” do conjunto (daí o nome “Estatística Descritiva”), passando ao estudo de algumas medidas estatísticas que nos revelarão características específicas daqueles elementos.

Entre as principais estatísticas descritivas de um conjunto, e também as mais cobradas em prova, vamos estudar as “medidas de tendência central” (média aritmética, moda e mediana), e as “medidas de dispersão” (desvio médio, desvio padrão, variância, coeficiente de variação).

Para cada uma delas, você aprenderá comigo o que ela significa, além de conhecer todas as suas propriedades e as fórmulas respectivas.

“E eu vou ter que aprender fórmulas também, professor?”

Sim. Inevitavelmente. Boa parte das questões de provas de Estatística é resolvida com a aplicação de fórmulas. O verdadeiro problema é que muitos alunos fazem disso um bicho-de-sete-cabeças. E, na verdade, não é nada disso.

O processo de memorização das fórmulas passa pela repetição. E como vamos resolver muitas questões, elas vão acabar aparecendo muitas e muitas vezes. Daqui a pouco, quando menos esperar, você já terá todas elas devidamente memorizadas. 

“Professor, esse Curso Regular de Estatística Descritiva é muito extenso?” 

Absolutamente. Estamos falando de apenas 21 horas de aula. Ou seja, planejando-se adequadamente, em poucas semanas você terá visto todo o conteúdo, aprendido as medidas descritivas e resolvido comigo dezenas de questões de prova.

Minha recomendação é que, ao concluir este primeiro curso comigo, você reserve algumas horas e refaça todas as questões da lista que trabalhamos nele, para ganhar ainda mais segurança e reforçar estes conhecimentos já conquistados, além de ficar mais preparado ainda para a próxima etapa.

“E qual é mesmo a próxima etapa, professor?”

>> É a parte da Inferencial, que você também vai fazer com a minha ajuda, acompanhando comigo o novíssimo “Curso Regular de Estatística Inferencial”.

Quando se fala em Estatística Inferencial, muita gente se assusta, porque talvez tenha passado por alguma experiência anterior, seja numa disciplina que fez na faculdade, ou mesmo por ter tentado aprender essa matéria por algum livro acadêmico, ou algo parecido...

De fato, estamos tratando agora de um estudo um pouco mais denso. E é exatamente aí que você vai dispor do grande diferencial do meu trabalho: a minha didática, a grande facilidade que tenho em transformar assuntos complexos em algo bem simples de ser compreendido. 

Começaremos a aprender a Inferencial pelo estudo da probabilidade. Daí, ingressaremos no conhecimento das “distribuições de probabilidade discretas e contínuas”, “intervalos de confiança para média e proporções”, “teste de hipóteses para média e proporções”, “análise de variância”, “correlação e regressão linear”, e “técnicas de amostragem”. 

Todo esse estudo está sendo ministrado por mim em um curso novo, que estou gravando neste exato momento, e cujas aulas estão sendo disponibilizadas semanalmente. Já estamos com quase 20 horas de aula, mas devemos chegar ao dobro disso até o final.

Muita gente já está acompanhando este Curso, e os elogios não param de chegar a toda hora. Estou, de fato, fazendo as melhores aulas da minha vida, e o meu propósito é um só: que você tenha condições de conquistar todos os pontos de Estatística do seu concurso! 

>> Agora uma dica de ouro!

A melhor forma (mais em conta) de adquirir os meus cursos regulares é por meio da Assinatura do Pacote Sérgio Carvalho, que dá acesso aos meus 5 cursos regulares: Raciocínio Lógico, Matemática, Matemática Financeira, Estatística Descritiva e Estatística Inferencial.

Ou seja, além de dominar completamente a Estatística, você poderá aprender todas as demais matérias exatas comigo.

Como normalmente os concursos exigem mais de uma disciplina exata, a Assinatura é a opção perfeita para garantir a melhor preparação possível. Ao todo, os 5 cursos do Pacote reúnem mais de 150 horas de aulas com toda a teoria partindo do zero e mais de 600 questões resolvidas. Para conhecer todas as assinaturas, basta clicar aqui.

Se você não sabe, eu sou Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil. Passei 7 anos da minha vida dedicado a essa conquista. Poderia ter sido um pouco menos, mas na penúltima tentativa que fiz (de um total de 3), fiquei de fora das vagas por um único ponto, de uma única matéria daquela prova.

Depois disso, caiu a minha ficha. Ficou claro, para mim, que se eu quisesse passar no concurso, teria que dominar todas as matérias do edital. Sem exceção. E foi o que fiz. E foi como deu certo.

Vai funcionar para você também! 

Para finalizar, um alerta de amigo: estude com antecedência. Estatística não é matéria que se aprende em uma semana, ou correndo, às pressas, depois que o edital foi publicado. Antecipe a sua preparação e pare de fugir. Quanto antes você começar, tanto antes você passará a ver a Estatística como uma poderosa aliada na jornada da sua aprovação.

Eu já vivi tudo isso, e sei do esforço que você vai dedicar a esse projeto. Mas também sei da alegria que você irá sentir ao ver o seu nome na lista de aprovados! Até hoje me lembro do momento feliz em que recebi a notícia da minha aprovação. E eu quero ajudar você a também viver essa experiência única e inesquecível.

Estamos juntos!

Um forte abraço!

Prof. Sérgio Carvalho

atendimento@olaamigos.com.br