Como Foi a Prova do RS?

Como Foi a Prova do RS?

Olá,  Amigos!

Espero que estejam todos bem!

Acabei de ter acesso à prova da SEFAZ/RS, ocorrida neste fim de semana!

Foram nada menos que 20 questões de Exatas, e a banca CESPE exigiu conhecimentos muito variados dos candidatos!

Entre os assuntos cobrados, lá estavam Análise Combinatória, Trigonometria, Geometria, Equações, Regra de Três Composta, Álgebra. Isso para falar apenas da matemática básica e do Ensino Médio.

De Matemática Financeira, foram 5 questões, tratando de Juros Compostos, Sistema de Amortização Constante (SAC), Sistema Francês de Amortização, Desconto Simples Comercial. 

De Raciocínio Lógico "propriamente dito", vieram questões de Estruturas Lógicas, Equivalência Lógica, Negação Lógica, Verdades e Mentiras.

Também presentes nesta prova, encontramos algumas questões que não se classificam nos assuntos que citei, mas que podem ser resolvidas com um olhar atento e uma boa dose de observação, como a do relógio que quebrou à meia-noite, e cujo ponteiro dos minutos começou a rodar no sentido contrário...

Qual a minha avaliação desta prova? 

A seguinte: se o candidato dispusesse de umas três horas só para resolver essas 20 questões de Exatas, então eu diria que foi uma prova de dificuldade intermediária.

Mas a realidade é bem diversa! Infelizmente, o tempo médio de resolução por questão é reduzido, de sorte que o candidato precisa pensar de forma célere! E o CESPE cria enunciados que exigem muita concentração, para que se chegue exatamente até o raciocínio que está sendo exigido! 

Isso demanda tempo! 

Eu diria que as 5 questões de Matemática Financeira vieram sem maiores complicações. Ou seja, estavam entre aquelas (poucas) que seria possível resolver sem grande demora. Mas o mesmo não se aplica à prova inteira! 

Eu irei resolver estas 20 questões da SEFAZ/RS em transmissões pelas nossas redes sociais! 

E tenho certeza de que quando vocês virem as resoluções de alguns destes problemas, dirão assim: "não acredito que era só isso...!"

A dificuldade estava mais em "traduzir" a intenção do elaborador. E isso nem sempre é fácil.

Querem um exemplo? Uma das questões falava de funcionários de uma repartição, que foram distribuídos em sete grupos de trabalho. Cada funcionário participava de exatamente dois grupos, e cada dois grupos têm exatamente um funcionário em comum. A questão queria saber o número total de funcionários.

Reparem bem! Se o sujeito está em casa, bem sentado em sua poltrona, com um copo de suco de laranja ali do lado, um ventilador apontado para ele, sem pressa, sem estresse de ter que terminar logo, ele possivelmente teria mais facilidade em perceber que:

1) São 7 grupos de funcionários, e cada um desses grupos pode ser tratado como um conjunto;

2) Cada funcionário desta repartição deve estar exatamente no campo da interseção entre 2 conjuntos.

Imaginem a figura: duas circunferências, contendo uma área no centro em comum (a área da interseção). Pois bem: é exatamente ali onde está o funcionário. Bem no meio, participando dos 2 conjuntos ao mesmo tempo, e sendo o único funcionário comum dos dois grupos! 

Confere?

Assim, o que tinha que ser calculado era o número de interseções (de 2 conjuntos) possíveis de existir num total de 7 conjuntos! 

"Análise combinatória, professor?"

Exatamente! E como a interseção entre um grupo A e um grupo B é a mesmíssima que há entre o grupo B e o grupo A, vemos que a ordem não importa, de sorte que o caminho para resolver o problema será o da "combinação". 

"Combinação de quantos em quantos, professor?"

Ora, são 7 grupos no total, não é? E estamos interessados na interseção de 2 conjuntos!

Logo, Combinação de 7, em subgrupos de 2.

Teremos: C7,2 = (7x6)/(2x1) = 21 (Resposta)

Ou seja: resolução em uma linha! Mas, até chegarmos nesta "linha", teríamos que pensar, e pensar muito! Pior que isso: teríamos que pensar rápido!

Não foi uma prova fácil. 

O que me consola é saber que aqui, no nosso preparatório do Olá Amigos, trabalhamos todos os assuntos cobrados nesta prova! Sem exceção! 

A priori, não vi nenhuma questão destas de Exatas que não tenha a resposta contemplada entre as alternativas. 

Precisamos agora apenas conferir com o gabarito oficial. Estarei atento a qualquer possibilidade de recurso, Ok?

Estou na torcida por todos vocês! 

Acompanhem as notícias aqui no site, que divulgarei com antecedência as datas das nossas transmissões, nas quais resolverei esta prova na íntegra!

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos!

E fiquem com Deus!

Sérgio

olaamigos@gmail.com