O Grande Dia!

O Grande Dia!

Olá, Amigos!

Tudo bem?

Muita gente pensa que a ocasião mais importante na vida de um concurseiro é o dia da prova. Outros, que é o da publicação oficial do resultado, no qual a gente encontra o próprio nome lá, na lista dos aprovados.

A bem da verdade, não é nenhum desses! 

O dia mais importante na vida de um concurseiro está bem antes disso tudo. É aquele em que você vai acordar, olhar para o espelho, e pensar assim: “de hoje em diante, vou assumir de uma vez por todas a responsabilidade pela minha aprovação”. É o dia, meus amigos e minhas amigas, em que você definitivamente reconhece que não há ninguém neste mundo mais capacitado a lhe ajudar, do que você próprio! 

Enquanto isto for apenas uma mensagem distante, sem significado e sem efeitos práticos na sua rotina, é porque ainda não chegou “o grande dia” da sua jornada. Porém, no momento em que se tornar muito claro, na sua mente e no seu coração, que você pode (e deve) tomar as rédeas do seu compromisso de ser aprovado, então meus parabéns: este é o dia da virada, que irá transformar a sua vida.

Lá no século passado, eu vivi a triste experiência de só acertar duas questões de Direito Constitucional, de um total de vinte, num dos primeiros concursos que fiz. Por incrível que pareça, creiam-me, isto foi o que de melhor poderia ter me acontecido! 

"Como assim, professor?"

Foi este resultado desastroso que me fez enxergar, de maneira muito lúcida, que era imprescindível promover uma grande mudança. Percebi que era preciso transformar minha atitude mental, e assumir o encargo de ser muito mais comprometido do que estava sendo até ali.

Aquele foi o meu “grande dia”, um verdadeiro divisor de águas na minha caminhada!

Vejam como são próximas as palavras “revolução” e “evolução”. Eu tive que revolucionar o meu comportamento e entrar em guerra contra os meus próprios sabotadores. Foi quando passei a fazer tudo o que eu sabia que tinha que ser feito, inclusive estudar nas sextas-feiras à noite.

O resultado disso foi uma grande evolução. Migrei de dois para vinte acertos em Direito Constitucional, resultado que tive no último concurso que fiz, em 2002, no qual fui aprovado para Auditor-Fiscal da Receita Federal. 

Se o seu “grande dia” ainda não chegou, eu tenho uma ótima notícia para vocês: não é preciso esperar um péssimo resultado em prova (como eu fiz) para criar uma mudança de atitude. Vocês podem simplesmente decretar que é chegado o momento de viver um novo presente, e passar a ser muito mais comprometidos com o seu projeto de aprovação! 

Pelas atuais condições meteorológicas de temperatura e pressão, eu diria que hoje é o dia perfeito para vocês fazerem isso! 

Que tal?

Estamos juntos!

Um forte abraço a todos!

E fiquem com Deus!

Prof. Sérgio Carvalho

olaamigos@gmail.com