Texto Traduzido: Examples of Self-Motivation

Texto Traduzido: Examples of Self-Motivation

Hi, Dears!

How are you doing? I hope you’re fine! Darlings, que tal continuarmos a ver mais aspectos sobre a Automotivação (Self-Motivation) que é uma qualidade tão valiosa para termos uma vida pessoal e profissional mais prazerosa por sermos capazes de ter a força de vontade íntima para realizar os nossos sonhos? 

So, vamos desvendar more sobre a Self-Motivation passeando juntos pelo artigo abaixo carinhosamente traduzido para vocês as always e ficarmos cada vez mais automotivados!

Kisses and Hugs!

Clésia Maia

Facebook: Professora de Inglês do Olá Amigos (Curtam lá!!!) 

@TeacherClesiaMaia 


 Examples of Self-Motivation

 Exemplos de Automotivação


Self-motivation is easy to understand when you consider some examples:

A automotivação é fácil de entender quando você considera alguns exemplos:


1. A man who goes to work every day just to pay the bills, keep his family off his back, and please his boss is not self-motivated, while a man who needs no external forces to make the trek into work every day and finds fulfillment in what he does is self-motivated.

1. Um homem que vai trabalhar todos os dias apenas para pagar as contas, manter-se longe das críticas de sua família, e agradar seu chefe não é automotivado, enquanto um homem que não precisa de forças externas para fazer a caminhada para o trabalho todos os dias e encontra satisfação no que ele faz é automotivado.


2. The student who only completes her homework when her parents remind her, nag her, or ground her for failure to complete is not self-motivated, but the student who completes her homework with no prodding because she wants to learn and succeed in school is self-motivated.

2. A aluna que apenas conclui o dever de casa quando seus pais a lembram, a incomodam ou dizem que ela vai fracassar se não completar não é automotivada, mas a aluna que completa sua lição de casa sem tortura porque quer aprender e ter sucesso na escola é automotivada.


3. The woman who only goes to the gym when her friends drag her there or because her doctor is adamant that she needs to exercise to get healthy again is not self-motivated, but the woman who sets an early alarm and schedules time to get to the gym whether anyone encourages her or not is self-motivated.

3. A mulher que só vai para a academia quando seus amigos a arrastam até lá ou porque o médico dela está convencido de que ela precisa se exercitar para ficar saudável novamente não é automotivada, mas a mulher que aciona um alarme cedo e agenda o horário para a academia, se alguém a incentiva ou não, é automotivada.


As you can see, self-motivation is all about where your drive comes from; if your motivation comes from within and pushes you to achieve for your own personal reasons, it can be considered self-motivation.

Como você pode ver, a automotivação é toda sobre de onde a sua força vem; se a sua motivação vem de dentro e o impulsiona a alcançar seus próprios propósitos pessoais, isso pode ser considerado automotivação.


If you are only motivated to achieve standards set by someone else and not for your own internal satisfaction, you are probably not self-motivated.

Se você está motivado apenas para atingir os padrões estabelecidos por outra pessoa e não por sua própria satisfação interior, provavelmente você não está motivado.


It’s possible to be self-motivated in some areas of life and not in others. For example, if the man from the first example is not internally motivated to go to work but is sure to make time for his marathon training, he is not self-motivated when it comes to work but may be self-motivated regarding his training.

É possível ser automotivado em algumas áreas da vida e não em outras. Por exemplo, se o homem do primeiro exemplo não está motivado internamente para ir trabalhar, mas tem certeza de ter tempo para o seu treinamento para a maratona, ele não se motiva quando se trata de trabalho, mas pode se motivar em relação ao seu treinamento.


The Psychology of Self-Motivation: How are Self-Efficacy and Motivation Related?

A psicologia da automotivação: como a autoeficácia e a motivação estão relacionadas?


Psychologist Scott Geller is at the forefront of research on self-motivation, and he explains that there are three questions you can use to determine whether you (or someone in your life) is self-motivated:

O psicólogo Scott Geller está na vanguarda da pesquisa sobre auto-motivação, e ele explica que há três perguntas que você pode usar para determinar se você (ou alguém em sua vida) está motivado:


1. Can you do it?

2. Will it work?

3. Is it worth it?

1. Você consegue fazer isso?

2. Isso vai funcionar?

3. Vale a pena?


If the answer to each of these three questions is “Yes,” you are likely self-motivated.

Se a resposta a cada uma dessas três perguntas for “Sim”, você provavelmente está motivado.


If you believe you can do it, you have self-efficacy. If you believe it will work, you have response efficacy—belief that the action you are taking will lead to the outcome you want. And if you believe it is worth it, you have weighed the cost with the consequences and decided the consequences outweighed the cost (Geller, 2016).

Se você acredita que pode fazer isso, você tem autoeficácia. Se você acredita que funcionará, você tem uma eficácia de resposta - a crença de que a ação que você está tomando levará ao resultado que você deseja. E se você acredita que vale a pena, você pesou o custo com os resultados e decidiu que os resultados superavam o custo (Geller, 2016).


Speaking of consequences, Geller considers “consequences” one of four vital “C” words that underpin self-motivation:

Falando em consequências/resultados, Geller considera as “consequências” uma das quatro palavras “C” vitais que sustentam a automotivação:


1. Consequences: to be self-motivated, you have to sincerely want the consequences associated with the actions you take rather than simply doing something to avoid negative consequences.

1. Consequências/Resultados: para ser motivado, você precisa sinceramente desejar os resultados associados às ações que toma, em vez de simplesmente fazer algo para evitar resultados negativos.


2. Competence: if you answer all three of the questions above with a “Yes,” you will feel competent in your ability to get things done.

2. Competência: se você responder a todas as três perguntas acima com um “sim”, você se sentirá competente em sua capacidade de fazer as coisas.


3. Choice: having a sense of autonomy, of choice over your actions, encourages self-motivation.

3. Escolha: ter um senso de autonomia, de escolha sobre suas ações, incentiva a automotivação.


4. Community: having social support and connections with others is critical for feeling motivated and believing in yourself and your power to achieve (Geller, 2016).

4. Comunidade: ter apoio social e conexões com os outros é fundamental para se sentir motivado e acreditar em si mesmo e em seu poder de alcançar (Geller, 2016).

 

Much of Geller’s work on self-motivation is grounded in the research of the renowned psychologist and self-efficacy researcher Albert Bandura. Back in 1981, Bandura set the stage for Geller’s current conceptualization of self-motivation with this description:

Grande parte do trabalho de Geller sobre a automotivação baseia-se na pesquisa do renomado psicólogo e pesquisador de autoeficácia Albert Bandura. Em 1981, Bandura preparou o cenário para a atual conceituação de autovalorização de Geller com essa descrição:


“[S]elf-motivation… requires personal standards against which to evaluate ongoing performance. By making self-satisfaction conditional on a certain level of performance, individuals create self-inducements to persist in their efforts until their performances match internal standards. Both the anticipated satisfactions for matching attainments and the dissatisfactions with insufficient ones provide incentives for self-directed actions” (Bandura & Schunk, 1981).

“A Automotivação… requer padrões pessoais sobre os quais se avalie o desempenho contínuo. Ao tornar a autossatisfação condicionada a um certo nível de desempenho, os indivíduos criam autoestímulos para persistir em seus esforços até que seus desempenhos correspondam aos padrões interiores. Tanto as satisfações esperadas para atingir as realizações quanto as insatisfações com as insuficientes fornecem incentivos para ações autodirigidas” (Bandura & Schunk, 1981).


From this quote, you can see where Geller’s three questions come from. Believing that you can do it, that it will work, and that it is worth it are the forces that drive you to match the internal standards you set for yourself.

Dessa citação, você pode ver de onde vêm as três perguntas de Geller. Acreditando que você pode fazer isso, que vai funcionar, e que vale a pena são as forças que o levam a corresponder aos padrões internos que você definiu para si mesmo.


Fonte: https://positivepsychologyprogram.com/self-motivation/#what-self-motivation