Autorizado o concurso da PRF

Autorizado o concurso da PRF

Saiu a autorização para o concurso para a Polícia Rodoviária Federal (PRF)! A publicação foi feita no Diário Oficial da União desta sexta-feira, dia 27. São 500 vagas imediatas para o cargo de policial rodoviário federal. O documento ainda informa que o edital de abertura deverá ser publicado em até seis meses, ou seja, até janeiro de 2019.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação e técnicas de estudo) e Coaching Em Videoaulas! Clique aqui e conheça!  

Nos próximos meses será definida a comissão organizadora, a empresa responsável pela elaboração e realização do concurso, para então ser publicado o edital de abertura.

Para concorrer a uma vaga é necessário ter nível superior em qualquer área de atuação. Atualmente, o salário inicial para o cargo é de R$ 9.899,88. De acordo com o último concurso, o policial rodoviário federal deve: realizar atividades de natureza policial envolvendo fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários.

>> Tem dificuldade em Raciocínio Lógico e Matemática? Então conheça o Pacote Sérgio Carvalho: Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e Matemática Financeira com teoria completa partindo do zero! Clique aqui e conheça!

A responsabilidade pela realização do concurso público será do ministro da Segurança Pública, a quem caberá editar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos necessário.

>> Aproveite a Promoção Dobradinha de Férias e adquira um dos nossos Pacotes para concursos! Você pode ganhar de presente o dobro do prazo, 1 curso avançado ou o Motivação Para Vencer (MPV)! Clique aqui e saiba tudo sobre a Promoção!

O documento também prevê que o provimento dos cargos está condicionado à existência de vagas na data de publicação do edital de abertura. O edital deve estar de acordo com a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos que serão utilizados.