Concurso IBGE: autorizadas 234 mil vagas temporárias

Concurso IBGE: autorizadas 234 mil vagas temporárias

O secretário especial da desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, divulgou, por meio de publicação em diário oficial, nesta segunda-feira, 6 de maio, autorização para o preenchimento de nada menos do que 234.416 vagas para o novo concurso público do IBGE 2019 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para preencimento em caráter temporário. As oportunidades são para quem possui níveis fundamental, médio e superior, com remunerações iniciais que ainda deverão ser confirmadas em breve. O prazo de publicação do edital de abertura de inscrições deve ser de seis meses, ou seja, até 6 de novembro.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática, Direito Constitucional, Direito Administrativo e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação, planejamento e técnicas de estudo) e Técnicas de Memorização! Clique aqui e conheça a assinatura ilimitada!

Do total de postos, 196 mil são para o cargo de recenseador. A segunda maior oferta é para agente censitário supervisor, com 23.578. Também estão sendo autorizadas 600 vagas para agente censitário de subárea 1, 850 para agente censitário de subárea 2, 1.760 para agente censitário operacional, 4 para supervisor de call center, 6.100 para agente censitário municipal, 120 para codificador censitário, 1.304 para supervisor PA e 4.100 para supervisor PA. 

Para concorrer ao cargo de recenseador é necessário apenas possuir ensino fundamental, com remuneração de R$ 1.100. Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.400. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 2.000. Para coordenador censitário de subárea, ensino médio e R$ 4.000. Para agente censitário operacional, ensino médio e R$ 1.800. Por fim, para analista censitário, nível superior e iniciais de R$ 7.458,89 a R$ 9.192,88.  

Os participantes do processo seletivo do IBGE passaram por provas objetivas com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, e, dependendo do caso, também por treinamento, de caráter eliminatório.