IBGE define banca para 209 vagas temporárias

IBGE define banca para 209 vagas temporárias

O IBGE 2019 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) já definiu o nome da banca organizadora do seu novo concurso público para provimento de 209 vagas temporárias, autorizadas em 25 de março. A escolhida é o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade). Com isto, cresce a expectativa de que o edital de abertura de inscrições seja publicado já no decorrer dos próximos dias, embora o prazo oficial para liberação do documento seja de seis meses, até setembro. De acordo com o órgão, a liberação está prevista para a primeira quinzena de maio.

>> PACOTE BÁSICO P/ CONCURSOS - ASSINATURA ILIMITADA: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Matemática, Direito Constitucional, Direito Administrativo e vários outros cursos! BÔNUS: palestras do Prof. Sérgio Carvalho (motivação, planejamento e técnicas de estudo) e Técnicas de Memorização! Clique aqui e conheça!

As 209 oportunidades autorizadas são para os cargos de agente censitário municipal (4 postos), agente censitário supervisor (25) e recenseador (180).

Os contratados atuarão no Censo Experimental, uma prévia para o Censo Demográfico 2020, que deverá abrir cerca de 250 mil oportunidades (leia mais sobre a previsão de novas vagas abaixo). 

Para concorrer ao cargo de recenseador é necessário apenas possuir ensino fundamental, com remuneração mínima de R$ 1.100. Para agente censitário e supervisor, a necessidade é de ensino médio, com iniciais, respectivamente, R$ 2.400 e R$ 2.000.

>> Tem dificuldade em Raciocínio Lógico e Matemática? Então conheça o Pacote Sérgio Carvalho: Raciocínio Lógico, Matemática, Estatística e Matemática Financeira com teoria completa partindo do zero! Clique aqui e conheça!

Mais vagas para o IBGE

Vale lembrar que, além da autorização divulgada, o órgão tem expectativa de liberação de mais 2.250 postos, garantindo um total de 2.459 postos, necessários para a realização do Censo Experimental. As demais oportunidades já estão contempladas no projeto básico do certame, utilizado como base para a elaboração do edital.

Além das 209, a expectativa é de que sejam autorizados mais 1.450 postos para coordenador censitário de subárea e 800 de agente censitário operacional.  

No caso de coordenador e agente,que ainda dependem de nova autorização, a exigência é de ensino médio, com iniciais, respectivamente, de R$ 4.000 e R$ 1.800.